"Deus aceita como algo que lhe agrada toda vida vivida à melhor luz disponível, guiada pelos ideais mais sublimes que se podem divisar. Não é desonra alguma para Deus dizer que toda verdade, todo senso de beleza, toda consciência e todo desejo de bondade tem apenas uma fonte, e que essa fonte é Deus, o qual, por sua vez, não pode ser confinado a um lugar, a um tempo e a um povo."

 

Desnond Tutu

Atualizado em 25 de julho de 2021

MItra_e_Báculo.png

MENSAGENS  EPISCOPAIS

NOTÍCIAS DA COMUNIDADE

10 de julho de 2021
Capela da Fraternidade São Jerônimo
Santa Cruz do Sul / RS.

Pensamento da semana

"A oração é, de fato, a maneira de fazer contato com Deus / Realidade Última, mas não é uma tentativa de mudar a opinião de Deus sobre nós ou sobre os eventos. É, principalmente, sobre mudar nossa mente para que coisas como infinito, mistério, amor e perdão possam ressoar dentro de nós."

(Richard Rohr)

Captura de Tela 2021-02-09 às 13.16.15.

Irmão Associado

"Fraternal Associated"

Se você estiver interessado em cultivar uma vida espiritual consciente, organizada e madura, considere se tornar um "irmão associado" juntamente conosco. Ao associado cabe a missão de se comprometer a ancorar sua vida diária nos valores básicos da espiritualidade beneditina: Comunidade, Hospitalidade, Humildade, Equilíbrio e Atenção Plena no cotidiano de suas vidas. Busca, individual e coletivamente, viver os princípios evangelísticos por meio do permanente estímulo ao íntimo encontro libertador com Deus, disponível a todos, pois, no encontro com a própria essência divina e ao ser por ela abraçado e conduzido, é possível obter a liberdade dos grilhões das ilusões opressoras que conduzem a um caminho momentaneamente gratificante, mas que distância do verdadeiro centro, do ser criador. Esta modalidade de pertença não constitui tornar-se Monge ou Oblato, mas um membro que efetivamente compartilha da nossa espiritualidade, tendo como eixo basilar suas próprias experiências, abertas ao diálogo verdadeiramente ecumênico e inter-religioso. (...)

Dom José da Santa Cruz

oração.jpg

Reflexões Evangélicas

(2021)

Amados irmãos, em nossa biblioteca encontra-se uma relação de Reflexões Evangélicas, com olhar ecumênico, referentes a cada semana de todo o Ano Litúrgico até então.

Convido a todos vocês a visitarem e aproveitarem esse espaço, compartilhando conosco de suas reflexões e comentários. 

Bíblia_Sagrada.jpg
Reflexões do Rvdo. Frei Milton Menezes
Presbítero da IATB e Prior de nossa Comunidade

Que todos tenham pão.

 

(17º Domingo do Tempo Comum - 25 de julho de 2021)

Depois disso, atravessou Jesus o lago da Galiléia (que é o de Tiberíades). Seguia-o uma grande multidão, porque via os milagres que fazia em beneficio dos enfermos. Jesus subiu a um monte e ali se sentou com seus discípulos. Aproximava-se a Páscoa, festa dos judeus. Jesus levantou os olhos sobre aquela grande multidão que vinha ter com ele e disse a Filipe: Onde compraremos pão para que todos estes tenham o que comer? Falava assim para o experimentar, pois bem sabia o que havia de fazer. Filipe respondeu-lhe: Duzentos denários de pão não lhes bastam, para que cada um receba um pedaço. Um dos seus discípulos, chamado André, irmão de Simão Pedro, disse-lhe: Está aqui um menino que tem cinco pães de cevada e dois peixes... mas que é isto para tanta gente? Disse Jesus: Fazei-os assentar. Ora, havia naquele lugar muita relva. Sentaram-se aqueles homens em número de uns cinco mil. Jesus tomou os pães e rendeu graças. Em seguida, distribuiu-os às pessoas que estavam sentadas, e igualmente dos peixes lhes deu quanto queriam. Estando eles saciados, disse aos discípulos: Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca. Eles os recolheram e, dos pedaços dos cinco pães de cevada que sobraram, encheram doze cestos. À vista desse milagre de Jesus, aquela gente dizia: Este é verdadeiramente o profeta que há de vir ao mundo. Jesus, percebendo que queriam arrebatá-lo e fazê-lo rei, tornou a retirar-se sozinho para o monte. (Jo 6,1-15)

São Bento_02.jpg

- 11 de julho -

Caros amigos,


Hoje celebramos a festa de São Bento.  São Bento foi considerado o Pai do Monasticismo Ocidental.  A maior parte do que sabemos sobre São Bento de Núrsia vem dos Diálogos do Papa Gregório, o Grande, escritos cerca de sessenta anos após a morte de Bento XVI.  Este trabalho é uma combinação de esboços biográficos e histórias de milagres.  Uma de suas maiores contribuições para nós é seu governo.  Seu governo foi considerado muito equilibrado e moderado.  Era uma boa alternativa ao modo de vida rígido e frouxo existente naquela época.  São Bento sugere a seus seguidores um estilo de vida dividido em oito horas de oração, oito horas de sono e oito horas de trabalho.  Oração e trabalho são os dois pilares básicos da vida e espiritualidade, regem a vida do monge beneditino.  A Regra de São Bento é uma reflexão imersa nas Escrituras que descreve uma forma de viver em comunidade.  É uma jornada humana ao coração de Deus.  Exigia uma comunidade onde todos tivessem o mesmo acesso a todos igualmente.  Aqueles que abandonaram tudo e entraram na vida monástica o fizeram para cumprir um objetivo: buscar a Deus.  Oração, trabalho, obediência, simplicidade de vida e estabilidade guiam a vida diária da vida monástica e, assim, guiam o monge em seu objetivo solitário de vida.


Buscar a Deus não é atividade apenas de monges e monjas em mosteiros.  Em vez disso, é a tarefa atribuída a todos.  E embora a maioria de nós não entre na vida monástica, há um monge interior dentro de nós que nos obriga a buscar a Deus em nossas vocações e vidas individuais, seja você um sacerdote, como membro de uma família, casado ou solteiro.  Buscar a Deus acontece aqui e agora, nesta situação, com essas pessoas, nesta família, neste local de trabalho, nesta escola e neste tempo.  Não é apenas para aqueles monges sagrados;  São Bento dá ao mundo o roteiro para buscar a Deus.  Oração, trabalho, obediência, simplicidade de vida e estabilidade ajudam os monges a buscar a Deus;  adaptados, eles podem ajudar o resto de nós também.  Oração, trabalho, obediência, estabilidade e simplicidade de vida marcam a vida dos monges.  Ao desenvolver o monge interior dentro de você, aproveite o que puder do estilo de vida monástico para encontrar Deus em sua vida.  Pe Bede disse em uma de suas palestras “temos em nossa tradição beneditina um exemplo maravilhoso .de um modo de vida que está aberto a todos - casados ​​ou solteiros, homens e mulheres, até crianças.  Todos são chamados a se abrirem para esta vida interior e dentro deste equilíbrio e harmonia de uma vida humana normal para manter aberto aquele olho interior de amor e permitir que ele faça esta transformação ”.  Hoje, a igreja precisa de muita inspiração dos valores beneditinos, especialmente da contemplação, que é muito universal.


Peçamos à graça de Deus que cresça mais e mais a cada dia na inspiração de São Bento para buscar a Deus como Ele diz: Não prefiram nada a não ser Cristo, e que Ele nos reúna a todos para a vida eterna.  Regra de Bento 72: 11-1


 Ir Dorathick (Prior do Ashram Beneditino Shantivanam)

Espaço de Partilha

Excepcionalmente, neste mês, deixaremos disponível dois ricos textos no nosso Espaço de Partilha. O primeiro: "A Sombra no Cristianismo", foi elaborado por David Steindl-Rast, monge beneditino, autor e conferencista católico americano, absolutamente comprometido com o diálogo inter-religioso e envolvido com a interação entre espiritualidade e ciência. O segundo texto, elaborado pelo Frei Richard Rohr, intitulado Êxodo: a jornada da fé e está inserido no conjunto de reflexões apresentadas pelo autor referentes aos grandes temas do Primeiro Testamento.

Julho de 2021
partilha.jpg

A Sombra no Cristianismo

David Steindl-Rast

Em seu entusiasmo pela luz divina, a teologia cristã nem sempre fez justiça às trevas divinas. (...) Temos a tendência de cair na armadilha da ideia de uma perfeição estática que nos leva ao perfeccionismo rígido. A especulação abstrata pode criar uma imagem de Deus que é estranha ao coração humano. 

Êxodo: a jornada da fé

Richard Rohr

A jornada do Êxodo, a jornada que Israel percorreu, é uma imagem da jornada feita por cada pessoa que se propõe a buscar a Presença Divina. Israel é, por assim dizer, a humanidade personificada e, portanto, o que aconteceu a Israel é o que acontece a todos os que iniciam a jornada da fé. O Cristianismo deve se reconhecer como uma religião inclusiva desde o início, e honrar suas raízes no Judaísmo.

Espaço Thomas Merton

Jesus

"Hoje, num momento de provação, redescobri Jesus, ou talvez O tenha descoberto pela primeira vez. O fato é que num mosteiro estamos sempre descobrindo Jesus pela primeira vez. Seja como for, cheguei mais perto do que nunca a compreender integralmente como é verdade que nossas relações com Jesus são algo além, muitíssimo além, do nível de imaginação e emoção.
 

Seus olhos, que são os olhos da Verdade, estão fixados em meu coração. Onde bate Seu olhar, há paz: pois a luz de Sua Face, que é a Verdade, produz verdade por toda parte onde brilha. Seus olhos estão sempre sobre nós, no coro e em qualquer lugar, qualquer tempo. Nenhuma graça nos vem do céu sem que Ele olhe em nossos corações."

Thomas Merton em "Merton na intimidade".

Julho de 2021
CAC.Logo_.RGB_-1.jpg

Centro para Ação e Contemplação

A nossa principal questão é sempre "como podemos transformar a informação em transformação?"

Como podemos usar os textos sagrados, a tradição e a experiência para levar as pessoas a novos lugares com Deus?   

 

Richard Rohr

Irmãs e irmãos amados, convidamos todas e todos vocês a acompanharem também a comunidade online do Centro de Ação e Contemplação (Center for Action and Contemplation). Seu rico e inspirador conteúdo lembra-nos que não estamos sozinhos na caminhada contemplativa. Destacam a existência de uma Realidade Divina cuja presença atravessa todas as fronteiras do tempo, espaço, tradição e religião.

Acesso ao site

Meditações Diárias de Richard Rohr

Frei Richard Rohr é um professor ecumênico mundialmente reconhecido, testemunhando o despertar universal dentro do misticismo cristão e da Perene Tradição. Ele é franciscano da Província do Novo México e fundador do Centro para Ação e Contemplação (CAC). Ele nos brinda com suas meditações diárias que, ao logo do corrente ano, estão focadas no tema “Velho e Novo: Uma Fé Evolutiva”. Partindo de sua tradição cristã franciscana e contemplativa, ele busca auxiliar o aprofundamento na experiência e na compreensão de Deus.

O tema das Meditações Diárias para 2021 é “Um tempo de Revelação”, tendo em vista a crença de Frei Rohr de que vivemos em uma época em que a realidade está sendo revelada como é.

O tema central das reflexões na vigésima nona semana de 2021: "O Sermão da Montanha".

Apresentamos nesta semana o texto em português  -  "Uma maneira alternativa de viver".

25 de julho de 2021

Orações

Oração03.jpg

A prática religiosa desenvolvida pela humanidade, desde as comunidades de origem mais longínqua, vem se sustentando na oração, na busca permanente do encontro com a divindade norteadora de suas ações, no desejo de se chegar ao Supremo, ao Absoluto, à Verdade, de se chegar a Deus, de se chegar à realidade última que é a nossa própria essência. Assim, a vida da Igreja, na concepção de uma assembleia unida caminhante, deve se sustentar na prática orante, revestindo-se de importância vital para sua sobrevivência espiritual.

Assim, disponibilizamos diversas orações para que possam ser compartilhadas, além que sua prática orante pessoal.

Está disponível uma reflexão do Rev. Frei Milton sobre a Prática Orante.     Acesse...

Oração do Senhor

- Pai Nosso -

Oração do Coração

Sabemos que a oração é um meio de se entrar em contato com a divindade e que pode ser verbalizada, de forma espontânea ou repetitiva, meditativa, ou contemplativa. Independente da forma ou do caminho dessa relação, quando oramos estando nos relacionando com o Altíssimo, como e onde quer que O percebamos, dentro e/ou fora de cada um de nós.

Apresentamos uma sequência de reflexões sobre todas as partes da Oração do Senhor - O Pai Nosso.

Convidamos você a nos acompanhar nessa rica e maravilhosa reflexão contemplativa sobre a mais conhecida oração cristã, agora apresentada de forma completa.

Diz-se que a Oração de Jesus, ou Oração do Coração, é um importante caminho para o nosso crescimento espiritual. Além de ela proclamar a nossa fé, ajuda-nos a ser capaz de “estar na presença de Deus”. Ela nos ajuda a concentrar a nossa mente em Deus, de forma exclusiva, e quando nossa mente está totalmente concentrada em Deus, somos capazes de descobrir uma relação pessoal e direta com Ele. Dessa forma, podemos dizer que a Oração de Jesus é, simultaneamente, uma disciplina e uma oração.

Sobre a Espiritualidade Hesicasta e a Oração do Coração, dispomos alguns textos reflexivos, para que possamos compreender melhor tal prática e, quem sabe, buscarmos sua prática cotidiana.

Julho
de 2021

Oração do mês

Oração de São João

Ó, glorioso São João Batista, príncipe dos profetas, precursor do divino redentor, primogênito da graça de Jesus e da intercessão de sua santíssima mãe, que fostes grande diante do Senhor, pelos estupendos dons da graça de que fostes maravilhosamente enriquecido desde o ceio materno, e por vossas admiráveis virtudes, alcançai-me de Jesus, ardentemente vos suplico, que me dê a graça de o amar e servir com extremado afeto e dedicação até a morte. Alcançai-me também, meu excelso protetor, singular devoção a Virgem Maria Santíssima, que por amor de vós foi com pressa à casa de vossa mãe Isabel, para serdes livre do pecado original e cheio dos dons do Espírito Santo. Se me conseguires estas duas graças, como muito espero de vossa grande bondade e poderoso valimento, estou certa de que, amando até a morte a Jesus e a Maria, salvarei minha alma e no céu convosco e com todos os anjos e santos amarei e louvarei a Jesus e a Maria entre gozos e delícias eternas. Amém.

Liturgia das Horas

Desde o início da cristandade, os fiéis se costumavam entregar à oração individual em determinadas horas do dia. Com o tempo, foi-se introduzindo o costume de consagrar à oração comunitária alguns horários especiais, por exemplo, ao raiar do dia, a primeira hora da manhã, ao entardecer, no momento em que se acendiam as luzes, a última hora do dia, e quando a noite chega ao seu termo. Ocorreu, ainda, a santificação de outros horários pela oração comunitária, em decorrência de sua identificação em Atos dos Apóstolos: os discípulos reunidos [para a oração] à terceira hora (At 2,1-5); o Príncipe dos Apóstolos “sobe ao terraço da casa para orar, por volta da sexta hora” (10, 9); “Pedro ... e João sobem ao templo, para a oração da hora nona” (3, 1); “a meio da noite, Paulo e Silas, em oração, entoavam louvores a Deus” (16, 25).

Estas orações comunitárias foram-se organizando, até que constituíram em um ciclo horário bem definido - A Liturgia das Horas ou Ofício Divino.

Para saber um pouco mais a respeito, disponibilizamos o texto completo “Instrução geral sobre a Liturgia das Horas”.

Divina Misericórdia.png

Faça seu pedido de oração

Diariamente, os monges celebram a liturgia e, acima de tudo, louvam a Deus pelas bênçãos concede aos homens. Da mesma forma, suas orações são  também de intercessão.

Um carinho na alma

Julho de 2021
Julho de 2021

Tomando por base a nossa defesa do pluralismo religioso e a rica partilha com as demais tradições religiosas na busca contínua da plena percepção do Divino que habita em nós, a partir deste mês de julho/2021, retomaremos nosso "Espaço Plural", com a divulgação de textos e vídeos provenientes das diversas tradições religiosas que comungam conosco da harmonia, da justiça, do amor e da paz entre os seres.

Espaço Plural

Pluralismo religioso_edited.jpg

Ao longo do mês de julho do corrente ano, estará disponível uma reflexão do monge beneditino John Martin (Sahajananda Kuvarapu) que vem dedicando sua vida ao diálogo inter-religioso, particularmente ao Diálogo Cristão Hindu. Ele mora na Índia em um ashram chamado Shantivanam.