A Oração de Jesus   (Oração do coração)

e o   Hesicasmo

Diz-se que a Oração de Jesus, ou Oração do Coração, é um importante caminho para o nosso crescimento espiritual. Além de ela proclamar a nossa fé, ajuda-nos a ser capaz de “estar na presença de Deus”. Ela nos ajuda a concentrar a nossa mente em Deus, de forma exclusiva, e quando nossa mente está totalmente concentrada em Deus, somos capazes de descobrir uma relação pessoal e direta com Ele. Dessa forma, podemos dizer que a Oração de Jesus é, simultaneamente, uma disciplina e uma oração.

Frei Vitório Mazucco Filho, OFM, em seu artigo sobre a Espiritualidade Hesicasta, apresenta-nos sua definição de hesicasmo como sendo “um sistema espiritual de orientação essencialmente contemplativa, que consiste no aperfeiçoamento do humano na busca da união com Deus através da oração contínua”. Lembra-nos, para tanto, que a palavra hesychia, de origem grega, significa um estado de paz, repouso, tranquilidade, em decorrência da “ausência disciplinada de agitação interna e externa”. Pode-se, também, utilizar o referido termo na espiritualidade monástica, apontando para o estado de quietude e de silêncio do ser humano, permitindo-lhe manter-se ligado no divino.

Henri Nouwen  nos lembra de que os monges do deserto reforçavam a importância de nos afastarmos de práticas religiosas intelectuais, para que não transformemos Deus em um problema a ser lidado. Dessa forma, a oração do coração possibilita que nossa relação com Deus não se restrinja a palavras interessantes ou emoções piedosas, transformando todo o nosso ser em Cristo, pois “abre os olhos de nossa alma à verdade de nós mesmos e também à verdade de Deus”. Vemo-nos como somos, limitados e pecadores, abraçados pela incondicional misericórdia de Deus. Por essa razão, a oração do coração é vista como “a oração da verdade”. Assim, clamamos: “Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo, tem misericórdia de mim, pecador”.

Sobre a Espiritualidade Hesicasta e a Oração do Coração, dispomos alguns textos reflexivos, para que possamos compreender melhor tal prática e, quem sabe, buscarmos sua prática cotidiana.

Kyrie Eleison

-
00:00 / 00:00

Entre em contato conosco - mongesanglicanos@gmail.com

  • Facebook