Orações diversas

- 2020 -

(novembro de 2020)

Deus, Deus, Deus!

Das profundezas do sono,

Ao subir a escada em espiral do despertar,

Murmuro:

Deus! Deus! Deus!

ÉS o alimento, e ao romper o jejum

Da separação noturna entre nós,

Sinto teu sabor e digo mentalmente:

Deus! Deus! Deus!

Não importa onde eu vá, o farol de minha mente

Sempre se volta sobre Ti,

E no fragor da batalha da atividade

  meu silêncio gripo de guerra é sempre:

Deus! Deus! Deus!

Se ruidosas tormentas de provas gritam

E a inquietação uiva junto a mim,

Abafo seus ruídos cantando em voz alta:

Deus! Deus! Deus!

 

Quando a mente tece sonhos

com os fios da memória,

Nesse tecido mágico faço estampar:

Deus! Deus! Deus!

Todas as noites, quando o sono é mais profundo,

Minha paz em sonhos chama: Alegria! Alegria! Alegria!

E a alegria vem cantando sempre:

Deus! Deus! Deus!

Despertando, comendo, trabalhando, sonhando, dormindo,

Servindo, meditando, cantando, amando divinamente,

Minha alma sussurra o tempo todo, sem que ninguém ouça:

Deus! Deus! Deus!

Paramahansa Yougananda em "A Eterna Busca do Homem".

(outubro de 2020)

Couraça de São Patrício

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Por uma grande força, a invocação da Trindade,
Pela fé na Tríade,
Pela afirmação da unidade
Do Criador da criação.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do nascimento de Cristo e de seu batismo,
Pela força de sua crucificação e sepultamento,
Pela força de sua ressurreição e ascensão,
Pela força de sua descida para o julgamento dos mortos.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do amor dos Querubins,
Em obediência aos Anjos,
A serviço dos Arcanjos,
Pela esperança da ressurreição e do prêmio,
Pelas orações dos Patriarcas,
Pelas previsões dos Profetas,
Pela pregação dos Apóstolos
Pela fé dos Confessores,
Pela inocência das Virgens santas,
Pelos atos dos Bem-aventurados.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do céu:
Luz do sol,
Clarão da lua,
Esplendor do fogo,
Pressa do relâmpago,
Presteza do vento,
Profundeza dos mares,
Firmeza da terra,
Solidez da rocha.

Levanto-me, neste dia que amanhece:
Que a força de Deus me dirija,
Que o poder de Deus me ampare,
Que a sabedoria de Deus me guie,
Que o olhar de Deus me vigie,
Que o ouvido de Deus me ouça,
Que a palavra de Deus me faça eloquente,
Que a mão de Deus me guarde,
Que o caminho de Deus me esteja à frente,
Que o escudo de Deus me proteja,
Que o exército de Deus me defenda
Das armadilhas do demônio,
Das tentações do vício,
De todos os que me desejam mal,
Longe e perto de mim,
Agindo só ou em grupo.

 

Conclamo, hoje, tais forças a me protegerem contra o mal,

Contra qualquer força cruel que me ameace corpo e alma,

Contra a encantação de falsos profetas,

Contra as leis negras do paganismo,

Contra as leis falsas dos hereges,

Contra a arte da idolatria,

Contra feitiços de bruxas e magos,

Contra saberes que corrompem o corpo e a alma.

 

Cristo guarde-me hoje

Contra veneno, contra fogo,

Contra afogamento, contra ferimento,

Para que eu possa receber e desfrutar a recompensa.

 

Cristo comigo,

Cristo à minha frente,

Cristo atrás de mim,

Cristo em mim,

Cristo embaixo de mim,

Cristo acima de mim,

Cristo à minha direita,

Cristo à minha esquerda,

Cristo ao me deitar,

Cristo ao me sentar,

Cristo ao me levantar,

 

Cristo no coração de todos a quem eu falar,

Cristo na boca de todos os que me falarem,

Cristo em todos os olhos que me virem,

Cristo em todos os ouvidos que me ouvirem.

 

Levanto-me, neste dia que amanhece,

Por uma grande força, pela invocação da Trindade,

Pela fé na Tríade,

Pela afirmação da Unidade,

Pelo Criador da Criação.
 

(setembro/2020)

Deus, obrigado por tudo que farás hoje.

Obrigado porque sei que nunca irá me desamparar, que mesmo nos momentos mais difíceis da minha vida o Senhor sempre estará presente.

 

Obrigado pelas desilusões elas me ensinaram que não devo colocar todo o meu coração em nada que existe aqui na terra e que fazendo isso sofrerei menos quando algo não da certo.

 

Obrigado pelas lágrimas, pois elas lavam a minha alma e me fazem enxergar as coisas de forma diferente.

 

Obrigado por colocar em meu coração o dom de perdoar e assim sendo sei que sempre serei perdoada por Ti.

 

Obrigado Senhor pelo amanhecer, ele me mostra que sempre posso recomeçar.

 

Obrigado também pelo anoitecer ele me faz lembrar que tudo nessa vida é passageiro e que nenhum momento da vida seja bom ou ruim durará para sempre.

 

Obrigado pela consciência que tenho de que tudo nesta vida depende unicamente de Ti e que um dia todos possam enxergar que sem Ti não somos nada.

 

Amém.

(Autor desconhecido)

(julho/2020)

Senhor Jesus, Médico dos médicos,
que curastes com amor os enfermos,
e nunca deixastes de acolher a todos,
vinde em nosso socorro, neste momento
em que o medo nos aprisiona.

Libertai-nos do mal da pandemia,
que avança sobre o nosso Brasil e todo o mundo.
Acreditamos, Senhor,
que tudo pode ser mudado pela força da oração.

Olhai por todos aqueles que estão
infectados com o coronavírus.

Acolhei junto a Ti as almas
de tantas vítimas desse vírus em todo o mundo,
e libertai do medo os que se encontram catalogados
como casos suspeitos.

Concedei-nos a sabedoria para seguirmos
as orientações necessárias
neste momento em que caminhamos lado a lado
com o medo do contágio.

Amado Jesus, que não nos falte a fé nem o discernimento
para nos prevenirmos contra o mal
que, rapidamente, tende a crescer a cada dia.

Auxiliai com Tua graça os profissionais da área da saúde,
para que descubram a vacina contra o coronavírus.

Dai-nos Tua mão e concedei-nos a paz
diante desta tempestade que nos rouba a serenidade.

Em Ti confiamos, e em Teu Sagrado Coração
nos refugiamos neste momento em que o mundo
clama por Tua infinita misericórdia.
Assim seja!

Padre Flávio Sobreiro

(junho/2020)

Tu, que rebaixas o orgulho dos soberbos, que desfazes as estratégias das nações, que exaltas os humildes e humilhas os que se exaltam, que distribuis a riqueza e a pobreza, que fazes morrer e levas à vida, que és o único benfeitor dos espíritos e Deus de toda carne, que vigias os abismos e controlas as obras dos homens, que és socorro nos perigos e Salvador no desespero, Criador e Bispo de todo espírito, tu que multiplicas as raças sobre a terra e, dentre todas, escolhes os que te amam, por Jesus Cristo, teu Filho amado, pelo qual nos ensinaste, santificaste e glorificaste.

Mestre, nós te pedimos: torna-te nosso socorro e nosso protetor; salva os oprimidos entre nós; levanta os caídos; mostra-te aos que oram; cura os fracos; leva ao bom caminho aqueles do teu povo que erram; sacia os que têm fome; liberta nossos presos; consola os fracos; conheçam-Te todos os povos, porque Tu és o Deus único, e Jesus Cristo é Teu Filho, e nós o Teu povo e ovelhas do Teu rebanho

Trecho da oração de São Clemente de Roma

(maio/2020)

Quem me dera descansar em ti!

Quem me dera descansar em ti! Quem me dera que viesses a meu coração e que o embriagasses, para que eu me esqueça de minhas maldades e me abrace contigo, meu único bem! Que és para mim? Tem piedade de mim, para que eu possa falar. E que sou eu para ti, para que me ordenes amar-te e, se não o fizer, irar-te contra mim, ameaçando-me com terríveis castigos? Acaso é pequeno o castigo de não te amar? Ai de mim! Dize-me por tuas misericórdias, meu Senhor e meu Deus, que és para mim? Dize a minha alma: Eu sou a tua salvação. Que eu ouça e siga essa voz e te alcance. Não queiras esconder-me teu rosto. Morra eu para que possa vê-lo para não morrer eternamente.

Santo Agostinho de Hipona

Oração de Entrega

Pai, afastai-nos a tentação de repetirmos a hipocrisia farisaica das formas, em detrimento das ações e da palavra.

Vós nos enviastes para transmitir a Vossa Palavra, para sermos a luz do mundo e o sal da terra, com o intuito de Vos manter presente, em nosso meio.

Permiti a cada um de nós, para tanto, por sermos, apenas, uma ínfima centelha, que nos abramos para Vossa Luz, para a Vossa verdade, para o Vosso Santo Espírito.

Livrai-nos das vaidades, das efêmeras alegrias e dos prazeres passageiros.

Retirai de nós a ilusão de possuirmos a verdade, pois, se em algum momento a vislumbramos, é porque Vós nos concedestes a Vossa capacidade de discernimento, jamais, por nosso esforço ou capacidade pessoal.

Concedei-nos a Vossa graça, para que possamos compreender e amar nossos irmãos, independentemente, das diferenças entre os seres, pois Vós estais presentes em todos e, apesar de diferentes, todos nós temos a Vossa origem divina.

Curai a nossa cegueira espiritual, dissipando todos os atrativos que nos enceguecem e nos impedem de Vos ver em tudo e em todos, para que possamos, de fato, buscar a prática do bem verdadeiro.

Retirai de nós o orgulho e a soberba, pois sem a Vossa presença nada somos.

Ensinai-nos a estar mais atentos aos nossos defeitos, do que às nossas virtudes e, ao mesmo tempo, que tenhamos a capacidade de descobrir, no outro, as suas virtudes e não os seus erros.

Ajudai-nos a buscar-Vos em nossos irmãos, para que possamos tratá-los como a Vós trataríamos.

Enfim, Senhor, dai-nos a Vossa força, para que possamos entregarmo-nos, incondicionalmente, em Vossas mãos, para que possais fazer de nós Vossos verdadeiros servos, e que a Vossa paz inunde nosso ser, a ponto de sermos capazes de disseminá-la a todos aqueles com quem tivermos contato, tendo sempre a clareza de que sois Vós que viveis através de nós, e que somos apenas um instrumento para Vossa glória.

Amém.

Revdo. Frei Milton Menezes

(fevereiro/2020)

Meu Senhor Deus, não tenho ideia para onde estou indo. 

Não vejo a estrada à minha frente.

Não sei ao certo onde isso terminará.

Também não me conheço de verdade, e o fato de pensar que estou seguindo sua vontade não significa que estou realmente fazendo isso.

Mas acredito que o desejo de agradar você de fato o agrada.

Espero ter esse desejo em tudo o que estou fazendo.

Espero nunca fazer nada além desse desejo.

E sei que, se fizer isso, você me conduzirá pelo caminho certo, embora eu não saiba nada sobre isso.

Portanto, sempre confiarei em você, embora pareça estar perdido e na sombra da morte. Não terei medo, pois você está sempre comigo e nunca me deixa enfrentar meus perigos sozinho.

Thomas Merton

Oração do Espírito Santo (janeiro/2020)

Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, inspirai-me sempre o que devo pensar, o que devo dizer, o que hei de calar, o que hei de escrever, o que hei de fazer, como hei de fazer, para a Vossa glória, para o bem das almas e a minha própria santificação.

Ó meu bom Jesus, em Vós ponho toda a minha confiança.

Ó Espírito Santo, respirai em mim para que seja santo o meu pensar.
Impeli-me ó Espírito Santo, para que seja santo o meu agir.
Atraí-me, ó Espírito Santo, para que eu ame o que é santo.
Fortalecei-me, ó Espírito Santo, para que eu proteja o que é santo.

Protegei-me, ó Espírito Santo, para que jamais eu perca o que é santo.

Amem. 

Santo Agostinho de Hipona

Entre em contato conosco - mongesanglicanos@gmail.com

  • Facebook