sao-joao-da-cruz.jpg

São João da Cruz
14 de dezembro

Ao entardecer desta vida, serás examinado no amor.
Onde não existe amor, coloca amor e amor encontrarás.
Quanto mais uma alma ama, tanto mais perfeita é naquilo que ama.
A alma que caminha no amor não se cansa.
Com mais abundância e suavidade se comunica Deus nas adversidades.
Sem caridade, nenhuma virtude é graciosa diante de Deus.
Um só pensamento do homem vale mais que o mundo todo; portanto, só Deus é digno dele.
Procurai lendo e encontrareis meditando; chamai orando e abrir-se-vos-á contemplando.
Para se enamorar de uma alma, Deus não põe os olhos na sua grandeza, mas na grandeza da sua humildade.

São João da Cruz.

"São João da Cruz explica, detalhadamente, como a alma deve se comportar para aceitar esse grande dom de Deus e fazer uso dele sem estragar a obra divina. É muito importante ter orientação e instrução adequadas nos caminhos da oração contemplativa. De outro modo, seria quase impossível evitar erros e obstáculos. A razão para isso é que, independentemente de quão boas sejam as intenções da alma, a insensibilidade e a inépsia que lhe são naturais impedem-na de perceber plenamente o significado da delicada operação realizada pelo amor Divino em seu mais profundo interior. Ela está, assim, impedida de cooperar com a ação divina.

A coisa mais importante de todas é alcançar alguma percepção do que Deus está realizando em nossa alma. Aprender o tremendo valor dessa obscura luz da fé, que às vezes nos crucifica e escurece e esvazia a mente de todas as convicções naturais e leva a alma a domínios desconhecidos, para então conduzi-la ao limiar de um verdadeiro contato experimental com o Deus vivo. São João da Cruz não hesita em dizer que as trevas são causadas pela presença de Deus no intelecto, cegando nossas potências finitas pelo brilho de sua realidade e verdade infinita."

Thomas Merton em A experiência interior.